Ora hoje são...

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

O retrato....

E foi naquela linda noite que acordei. No meu altar estava as minhas três velas acesas onde tudo iluminavam. O silêncio lá fora fazia-se ouvir dentro do meu quarto, a flor da minha rua abanava ligeiramente com o beijo do vento, eu parecia um anão sobre todas as grandes sombras que pintavam o meu quarto com as velas. Levantei-me e fui à janela do quarto onde a rua apreciava, as luzes da bela cidade penduradas nas árvores do jardim. Fiquei por detrás da janela, para não respirar o frio que se fazia sentir. Atei o meu cabelo e coloquei as minhas mãos a segurar o queixo como a simples criança que fica à espera do Pai Natal...
Com o meu olhar viajei por todos os cantos daquela imagem que é raro ver, sem carros, barulho, pessoas...
de momento fui buscar o meu bloco e lápis de carvão. Encostei-me à janela e fechei os olhos, sem pensar em nada coloquei a ponta mal afiado do lápis no bloco, respirei bem fundo e deixei o meu corpo fluir...Em nada pensava eu, lembrava me apenas de coisas boas, as minhas amizades, os meus risos, as minhas composições musicais na cabeça, que estão a toda a hora a serem reproduzidas, abraços, beijos, amigos, família, Deus, Sol, Fogo, Terra, Água, Ar, palavras, lágrimas, energias, Paz....
e foi  ai que algo fez a minha mão andar...segurei firme o lápis e não o larguei...fiquei assustado mas deixei-me ir...sentia a folha de papel a chamar-me, sentia o carvão a derreter-se sobre a folha pautada...por dentro senti um calor dos pés ás mãos e fugi...sim, deixei de sentir o meu corpo e só sentia um formigueiro na minha mão direita...
Passados alguns minutos...o formigueiro passou e abri os olhos lentamente.
Não queria acreditar, um retrato!!!
Viajei dentro daquele retrato, entreguei-me, rendi-me a tal imagem.
Os cabelos loiros e despenteados eram maravilhosamente ricos de traços cinza e negros...fixei-me tanto no retrato que sentia o cheiro de orquídeas no seu cabelo, o seu toque nas pontas dos meus indicadores...cabelos suaves e leves, como a pequena pena do colibri, deslumbrante e atractivo como os infinitos campos de seara de trigo dos camponeses....
Criei um rosto que infinitamente seria incapaz de apagar ou de o substituir pelo retrato de formas geométricas que é construído os nosso Universo. Suas sobrancelhas, tinham uma textura do pêssego no verão, liso leve...
Cara redonda e retocada com traços mais fortes sobre as linhas de rascunho...
Sorriso? Não, não existia sorriso neste desenho, havia sim uma flor branca na sua boca, uma flor sem maldade, viva, forte, com as suas pétalas bem retocadas de brilho.
Aquele olhar era um terramoto. Longo e sem fim, onde eu quanto mais me aproximava do desenho mais me perdia naquele olhar. Um olhar com sabor a desejo e perdição, arredondado por um traço negro pestanas longas. Eram duas autênticas pedras de âmbar que estavam ali...retocados de ouro e vivos ao sabor das minhas velas que inspiravam o meu desejo...
Os lábios foi o maior pormenor que consegui obter...eu quando me foquei neles senti-os a tocar em mim...
"apaixonado por um desenho?"
Pendurei-me no olhar da diva, perdi-me na sua maravilhosa beleza e simplicidade, cores de Júpiter, cheiros de searas, uma obra da minha imaginação que passei para realidade...
trouxe o desenho para uma secretária e dei-lhe vida...um incenso com cheiro a ancestrais de inspiração, uma pétala de flor, conchas e velas...folhas secas do Outono e um pouco de Mel...Pedras dos cantos do mundo e deixei o desenho a fermentar...
Dois passos atrás...e voltei a contemplar...
"...sim apaixonado..."
Dava-me vontade de esculpir o desenho com as minhas mãos no barro da minha rua nos dias de chuva...juntar-lhe areia para solidificar...dar-lhe as formas...torná-lo real.
Deitei-me e acabei o resto do desenho na minha imaginação
"um retrato a chamar-me para ele..perder-me naqueles braços...o meu coração muito tonto...as minha barriga a voar, o meu olhar a enrolar-se sobre ela. O que poderá ser este desenho?"
No dia seguinte...perdi-me na realidade sobre um ser feminino...
calça de senhora, sapato preto, camisola negra larga e um corpo de diva....perdi-me num beijo que nem eu sabia de onde vinha..o meu primeiro beijo onde eu de olhos fechados via cores e sentia o meu corpo numa guerra e mistura de temperaturas, quando olhei para o ser o tempo parou....
Não magoaria este milagre por nada, não mudava os cheiros nem os toques por nada...apenas pedia para o tempo parar para continuar a história e dar ainda mais vida a este retrato...


"era a menina do retrato..."

30 comentários:

... disse...

vou-te seguir* =)

anacoelho. disse...

Obrigado pelo comentário (:
blog muito giro (:

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

brigada amigaa

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

ana o teu tambem esta muito giro
bj

Rita da Maçaroca disse...

Gostei muito.
Amor lindissimo :)

Beijinho

Girl in the Clouds disse...

Gostei do retrato!!Kiss

Sonhadora disse...

Simplesmente fantástico ;)

Luh* disse...

Gostei do texto, sei lá me fez pensar em coisas q ne tinham a ver!

enfim, vc falou pra te add no msn né?! mais nem sei qual é!
beijos

Luh* disse...

Gostei do texto, sei lá me fez pensar em coisas q ne tinham a ver!

enfim, vc falou pra te add no msn né?! mais nem sei qual é!
beijos

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

luh
ainda bem

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

sonhdora: bigaada

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

ritica,,,es uma maçarica

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

girl..ainda bemn que gostas te

Luh disse...

Iúri,obrigada pela visita e pelos comentários =)

Este Blog tem qualquer coisa de especial...parece que entrei noutra!

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

hehe lu ainda bemm

katie. disse...

Gostei muito do texto... e adorei a imagem no final, mto gira :)
beijinho

Isa disse...

e que linda que ela é :) por palavras e pelo retrato.
fantástico amigo

Rita disse...

Lindo

Mary disse...

Vou-me repetir, mas quero lá saber :) Mentia-te se dissesse que não gostei, porque simplemente adorei, mesmo!
Sempre a escrever muitissimo bem :)

Piper disse...

Música? Sério? Que máximo :D
E em que sítio estás a estudar? Que instrumento tocas?
Pois é, em Portugal é muito complicado... Eu queria muito muito estudar dança, mas é difícilpor aaqui, infelizmente.

M.sunshine disse...

o essencial é (mesmo) invisivél aos olhos. :)

simplesmente eu disse...

Ola Iuri, so para te dizer que o teu blogue é lindo, têm amor, simplicidade, magia :-) e adoro ouvir a musica de fundo! bjos

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

é ela katie:P

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

brigada isa

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

rita:P

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

brigada mary

Iúri "Zúluri Regueiro" disse...

m. sunshine...podes crer

Rita da Maçaroca disse...

Eheheheh mudaste o template do blog...
Gostei muito. Assenta-te que nem uma luva :)

Beijinhos

agirlcallednanda disse...

adorei este texto!:)

Patrícia disse...

ela é linda mesmo *.*
adoro o sorriso ^^

como se chama? (: