Ora hoje são...

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Aqueles pássaros que eu vi...

Cantaram para mim
...Aqueles pássaros que eu vi...
Voaram e prosperaram no meu céu...onde tenho um Sol que brilha e à noite tenho as estrelas que quiser. Inventei uma coisa chamada Lua, para se equilibrar com o Sol..
O Sol faz a Lua brilhar, e a Lua ilumina o Sol de noite e o Mundo. Mundo este que vive em pedras de calçada e a harmonia com a Natureza quase que já acabou.
...Aqueles pássaros que eu vi...


Trouxeram-me alegria a uma chuva de sorrisos na minha cara. Mas...na noite em que isto se passara, eu estava deitado de barriga para cima com um jasmim ao meu lado. Um jasmim limpo e doce que me acariciava a minha barba desajeitada e mal cortada assim como os meus cabelos enrolados e misturados.
...Equilíbrio... 
Sem bem não há mau, sem doce não há amargo, sei feio, não há bonito, sem aberto não há fechado....
...Aqueles pássaros que eu vi...
Pousados na linha de fio eléctrico a aquecerem-se enquanto o Sol se escondia e dava lugar ao infinito céu azul.
Aí a lua agarrou em mim e no meu jasmim, e juntou-nos...numa noite de silêncio e palavras ao ouvido...pequenos risos e troca de sorrisos...o seu cheiro a perfume e as suas pedras de olho de tigre, as suas pétalas a planarem no meu corpo...
...quem disse que nunca tocou no Céu?...
Aqueles pássaros rasgando os ares enquanto eu me perdia no meu jasmim...eles riam-se de nós mas eu não liguei.
Procurei chegar ao Céu tantas vezes, mas infelizmente não tenho asas para voar. Mas quando realmente me apercebi...tinha um pequeno jasmim, enviado pelo céu ao meu lado. Sim...
O Meu Pedaço de Céu...
...Aqueles pássaros que eu vi...
A darem às asas e a rodopiarem pelos braços do vento, fugindo-lhe entre os dedos as suas penas...
Enquanto eu me perdia nas pétalas do jasmim, nos seus cheiros a terra, os pássaros voavam...
ri-me de não saber se estava no céu ou na terra...

Assustei-me quando algo aconteceu!
Quando os pássaros cantaram os seus assobios ecoados no espaço, as cores do meu pensamento e do momento mudaram...Amarelas e verdes terroso, vermelho e castanhos, azuis leves e dourados cheios de platina....eu e o jasmim caímos na desordem do Amor, um amor Único...eu fui pétala dela e ela um Céu onde me perdia...Voei na sua desordem de emoções e sensações de sabores entre a minha boca e as suas pétalas...
Aqueles pássaros que eu vi..que será que queriam?

O Meu Pedaço de Céu...

31 comentários:

Grenouille disse...

'Aqueles pássaros que eu vi..que será que queriam?'

eu acho que eles queriam o mesmo que tu!

Adorei oh refilão!
Este teu jeitinho com as palavras meu amigo, deixa-me assim!
Beijinho enorme!

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

brigada amiga...nada de por ai alem...fui so dar um passeiio com passaros e voltei

jo disse...

«Procurei chegar ao Céu tantas vezes, mas infelizmente não tenho asas para voar.»


quem disse que não tens asas para voar?
o céu está ao teu alcance, basta olhares para o fundo da tua alma.

eu estou bem, mas a saudade aperta.

P i i ♥ disse...

Ora nem mais. Tudo depende do tempo!

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

ahah jo eu sei

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

pii tas a ver coomo sabes

P i i ♥ disse...

Por vezes, quando estamos mesmo felizes, não precisamos de asas para nada, porque há momentos que nos fazem voar (:

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

e o qeu fiz com o jasmim..perdi me nele

P i i ♥ disse...

É mesmo bom sentirmo-nos felizes não é? Somos capazes de fazer coisas, que nunca pensamos. E sentimos outras tantas coisas boas!

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

hehe podes querer pii

- jezebel disse...

Os teus textos têm um poder fenomenal, sobre a calma e a serenidade! E tu bem sabes que isso é o melhor de tudo
Está tão bonito, Iuri :)
Beijinhos **

Girl in the Clouds disse...

Mais um texto fantástico, amigo!! Kiss

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

oh jezebel...es uma leitora mesmo muito assidua:P
ehehe

brigada

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

brigada menina das nuves

- jezebel disse...

AHAH! ora, a meu ver ainda vou ficar viciada xD

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

ahaha tou a ver que sim que todos os vicios fossem estes ne?

deborah disse...

Adoro todo o teu blog!
A espiritualidade, os textos tudo!
Os teus textos são fantásticos ;)

Contínua beijo *

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

oh debora que linda visita tua aqui..brigada volta sempre

Mia disse...

Sim gostei :) espero que sejas muito feliz com essa rapariga.

Né # disse...

mais um bonito texto. Liberdade e felicidade.
lindo mesmo :)
beijinhos

O Meu Blog disse...

:) Tens o dom da escrita.
Ler-te faz com que o mundo pare lá fora. Entro num mundo onde a fantasia e a realidade brincam de mãos dadas. É bom sentir isso quando se lê algo. :)

Bjinho**

Patrícia disse...

humm doces pássaros do infinito.. ^^

"sou louco porque vivo num mundo que não merece a minha sanidade." Bob Marley

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

beigaDA mia

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

ne..voa voa

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

brigada "meu blog"

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

patricia..nem mais

disse...

Ahaha, doce mais um lindo e puro texto escrito pelas tuas mãos de mestre da mais bela música alguma vez tocada :'D.

''Aí a lua agarrou em mim e no meu jasmim, e juntou-nos...numa noite de silêncio e palavras ao ouvido...pequenos risos e troca de sorrisos...o seu cheiro a perfume e as suas pedras de olho de tigre, as suas pétalas a planarem no meu corpo...''

Meu Deusn que linda frase *.*

Bem, tal como prometido vim cá ler o teu textinho e comentá-lo, eu queria escrever mais mas tenho de ir ajudar a minha mãe xD

Beijinhos Grandes

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

ai ba..so tu

Rita da Maçaroca disse...

Esta lindissimo Iuri :)
Um dia quero poder ver esse teu pedaço de céu e ver a neve a cair :D
na casa do Iuri esta a nevar uhuhuhuhuhu xD

Beijocas mano*

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

ahaha rita catoita es uma toina

Mysterious Girl disse...

Tu tens um DOM! eu adoro mesmo vir cá ler os teus textos e este é mais um de tantos magnificos! Beijinho*