Ora hoje são...

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Pesquisar neste blogue

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Consolação

Rebolei como pedra sopre um bocado de papel...Papel amarrotado e rasgado. Transformei-me em lápis e escrevi poesia de Júpiter. Fui Sansão, homem de tranças....
Fui cordas ao sol, ressoando poesias de tristeza.
Mão no céu, olhar bem focado, desenhei os contornos e bem devagarinho tirei a mesma. 
Pé no céu, contornado de nuvens e pássaros...foi impossível de a desenhar...
A consolação er tanta no olhar qeu perdi os sentidos.
Fui vento...
Voei pelas costas das caraíbas, quentes e paradisíacas, pelos montes frios dos Himalaias, pelas águas profundas do Pacífico.
Quero ser tempestade e beber água seca do chão torrado do deserto. 
Quero ser um furacão e ao soar dos meus gritos, esmurrar campos e fazer crescer túlipas, gereberas e paus de incenso sobre poças de água.
Quero perceber a praga Humana, que causa distúrbios e que se come dia-a-dia.
Mas mais que isso, quero cuspir fogo e incendiar céus, aquecer almas, engolir Mundos e estremecer galáxias.
Queria cheirar o azul dos céus e beber o azul das águas.
Mas não posso...
Pois neste momento sou louco viajado, onde de um risco pinto uma lagoa com dois portões para uma arca do tesouro no fundo dos mares, onde lá encontro uma carpete castanha onde me possa deitar a olhar para o meu rico e azul céu de Agua, espelhado e frio...
Quero uma pedra como almofada e uma manta quente para o meu corpo.
Enquanto não tiver isto...vou-me consolando com os tempos e contratempos ritmados e poli-ritmos...assenando a minha mão sobre o animal e a árvore. Hoje sou ontem fui...Mas..amanha vou ser uma pedra que vai rebolar ao vento e tempestade que vem do Ocidente...
Quero desordem na minha cabeça com uma lareira e um espaço para eu me sentar. Quero rugir e nada nem ninguém assustar. Quero mesmo é abraçar o mundo e no fim disso tudo ter sete rios formando um lago entre montanhas.
Não quero ter uma casa para morar, quero-te a ti...
A ti Meu Mundo azul e verde...
Consolado na desordem dos parasitas, e abraçado por uma pessoa que escrever para ti, e olha-te com todo o Amor e Alegria.
A ti Meu Mundo azul e verde...
Venham vibrações...Vai Vibrações...
Venham e fiquem...riam-se comigo, deitados nas areias húmidas da costa, transformando as nuvens em formas geométricas....

A ti Meu Mundo azul e verde...
Hoje sou barco sem porto de abrigo...navego com um marinheiro que dorme profundamente...espero bem não me desorientar.

Sou chama e água que me apaga
sou planta que agarra o Sol quando ele se transforma em Lua...
Hoje quero...
A ti Meu Mundo azul e verde...

33 comentários:

Né # disse...

esta musica que aqui toca é tão linda, pow.

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

brigada ne..eu adoro esta musica

Isabel disse...

Gostei imenso do blog :D

jo disse...

Tu já és um mundo azul e verde com esse bom feeling qe tens dentro de ti! :)

joanabranco disse...

adoro o teu blog, confesso que já o visitava há algum tempo, parabéns!

P i i ♥ disse...

Obrigada mais uma vez (:
Gostei da tua foto lá em cima *

Duas palavras, um ser .. chamado sara disse...

Adorei o texto, está mesmo bem feito **

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

obrigado isabel....passa ca que isto esta sempre com noticias fresquinhas:P

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

oh jo..esse comentario veio mesmo para animar a minha alma

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

oh joana branco.....es uma das leitoras escondidas ne?

hehe bj

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

ahp piii:) ainda bem

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

ainda bem sara

P i i ♥ disse...

É bom que as pessoas gostem daquilo que escrevo (: Obrigada *

beatrizbranco disse...

sem dúvida, deveria passar aqui mais vezes.
Acabei de voar!
+.+

beijinhos,
bb

SandraSantos disse...

ola ola

grande blog, sim senhor! tenho de começar a dar aqui uma espreitadelazinha de vez em quando...

obrigada plos comentarios!
bjinho

Mile Corrêa disse...

Vim parar aqui no seu blog por acaso, percebi que é de Portugal, sou brasileira.
Bem legal notar algumas diferenças
de uma mesma língua! :)
Lindo texto!
Adorei o seu blog!

by_Pureness disse...

já que é de borla =D aproveito!
Gostei mesmo de ler este post, fiquei assim como dizer hum terna :P soube bem* agradável

Beijinho =)

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

podes crer pii

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

boa viajem beatriz

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

de nada sandra...passa sempre que quiseres

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

mile..é verdade

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

pureness :)

Catarina disse...

Que pureza. Divinal, parabéns.

eloquência interna disse...

carpe diem =)

Mary disse...

Bem, tenho andado desaparecida dos blogs, nao tenho tido tempo, desculpa, mas agora já tudo se reorganizou e ja tenho um tempinho para vir a blogesfera. A verdade pelo o que li, é que perdi muitos textos, mas já me actualizei e estive a le-los e como sempre transmites o que de melhor tem a vida :)

incógnita disse...

Tu tens mesmo o dom das palavras =)

Isabel disse...

Muito obrigada :D

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

catraina muito obrigado

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

eloquencia interna:)

volta SEMRE

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

obrigado mary

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

incognita...isto tudo disseram me ao ouvido

Iúri Zúluri Revel Regueiro disse...

de nada

Sofia disse...

Só para nós que ninguém nos ouve... já tinha saudades desta sensação de paz que se tem quando se entra aqui ;)